Publicado em: 02/Jul/2019
Atualizado em: 16/Dec/2019

Gerenciador de arquivos

O gerenciador de arquivos pode fazer muito mais do que simplesmente copiar, colar e renomear arquivos.

Você já conhece o Nemo, um fork do GNOME Files?

Instalando o nemo

1apt install nemo

Nemo como gerenciador padrão

1xdg-mime default nemo.desktop inode/directory application/x-gnome-saved-search

Criando novas funções

O arquivo /usr/share/nemo/actions/sample.nemo_action contém um exemplo de script para criação de comandos.

O locais padrão para os arquivos de script são:

  • /usr/share/nemo/actions/ para todos os usuários do sistema
  • ~/.local/share/nemo/actions/ para um usuário específico

Nota: os arquivos precisam ter a extensão .nemo_action.

Exemplo: clamscan.nemo_action

1[Nemo Action]
2Name=Clam Scan
3Comment=Clam Scan
4Exec=gnome-terminal -x sh -c "clamscan -r %F | less"
5Icon-Name=bug-buddy
6Selection=Any
7Extensions=dir;exe;dll;zip;gz;7z;rar;

Exemplo: archive.nemo_action

1[Nemo Action]
2Active=true
3Name=Archive %N
4Comment=Archiving %N will add .archive to the object.
5Exec=<archive.py %F>
6Selection=S
7Extensions=any;

Exemplo: archive.py

 1#! /usr/bin/python2 -OOt
 2import sys
 3import os
 4import shutil
 5filename = sys.argv[0]
 6print "Running " + filename
 7print "With the following arguments:"
 8for arg in sys.argv:
 9    if filename == arg:
10        continue
11    else:
12        print arg
13        #os.rename('%s','%s.archive') % (arg,arg)
14        shutil.move(arg, arg+".archive")

Referências

comments powered by Disqus